8 temperos japoneses

0

Os temperos japoneses são muito importantes para a culinária japonesa: eles fazem a comida ser mais característica. Por exemplo, um missoshiro só pode ser feito com missô. Venha aprender mais sobre os temperos japoneses.

Temperos japoneses

A comida no Japão tem toda uma cultura por trás, cada prato tem uma história e vários deles são do mesmo jeito há séculos. Dessa forma, os temperos usados são os mesmos também, pois até eles têm uma história para contar.

Alguns deles, só encontramos mais no Japão e comprar por fora fica quase inviável, por ser bastante caro. Mas para que mora em São Paulo, é mais fácil por ter um bairro com várias lojas de produtos japoneses.

A vantagem de comprar um desses temperos é que algumas receitas usam pouco de cada tempero, então você pode fazer outras várias receitas com uma única porção de um tempero.

8 temperos japoneses

Agora vamos falar de 8 temperos japoneses bem interessantes e únicos. Já falamos de shoyu nesse texto, devida sua extrema importância.

Hondashi

O hondashi é o dashi (caldo rico em sabor) seco e em pó, ele é feito se extraindo o umami de animais, cogumelos, hortaliças e algas. Mais comumente feito com o caldo de peixe ou aquecendo katsobuchi (flocos de peixe seco) com alga kombu.

Hondashi
O caldo dashi. Fonte/Reprodfução: original.

Atualmten a versão comercial do hondashi é glutamato monossódico, o umami artificial. O dashi é utilizado para fazer o misso, missoshiro, alguns lamens e sopas.

Mirin

Se você acompanhou nossas receitas da culinária japonesa, você viu muito desse ingrediente nos pratos lá relacionados. É basicamente vinho de arroz açucarado, semelhante ao saquê, tem bem menos álcool, apenas 14% de teor alcoólico.

Mirin
Saquê mirin. Fonte/Reprodução: original.

No ano novo japonês, colocasse especiarias no mirin, ele vira o otoso. Em algumas cidades, o mirin pode ser preparado de formas diferentes. Em Kansai, o mirin é fervido para evaporar uma parte do álcool antes de introduzir em algum prato. Em Kanto, ele é usado diretamente nas preparações.

Missô

O missô é a base do missoshiro (sopa de missô), mas também pode ser usado em várias outras preparações, como sobás, lamens e outras sopas, tanto no Japão, como na China e na Coreia do Sul.

Missô
Uma porção de missô. Fonte/Reprodução: original.

O missô é um fermentado de soja e sal, acredita-se que originalmente o missô se baseou no hishio, que é o fermentado de carnes com cereais macerados e outros ingredientes, hoje é feito apenas de cereais como a soja, arroz, trigo, tendo a soja como principal base. E essas misturas criam 4 tipos de missô:

  • o vermelho (akamiso); 
  • o branco (shiromiso); 
  • o preto (kuromiso); 
  • o cores claras (hatchomiso). 

E também variam em sabor, podendo ser doce ou salgado.

Kombu

Consumida por quase toda a Ásia, no Japão é chamada de daishima e na Coreia do Sul de  haidai. A alga kombu no Japão tem 90% da sua produção cultivada e a maioria vem de Hokkaido. 

Ela é vendida usualmente seca, mas pode ser esfarelada em pequenas lascas, chamada assim de Oboro Kombu. Muito usada em todo tipo de preparação com caldos, sobá e lamen.

Katsobushi

O katosobushi é atum bonito seco em conserva. Ele é ralado em finíssimas escamas, com um ralador próprio de katsobushi. O caldo feito dele é rico em umami.

Ele é usado como cobertura de alguns pratos, como okonomiyaki e o bolinho takoyaki.

Niboshi

O nisboshi são sardinhas recém nascidas secas, é uma anchova seca. Existe um dashi que é feito com o niboshi dos mais famosos pratos do Japão, além de também ser um ingrediente chave do missoshiro.

O nisboshi é também um dos pratos servidos no Ano Novo.

Furikake

O furikake é o principal tempero do arroz gohan, basta ele para transformar o arroz em uma delícia. Ele consiste, tipicamente, de uma mistura de peixes secos e moídos, sementes de gergelim tostadas, algas nori picadas, açúcar, sal e Ajinomoto.

Há mais ingredientes que pode mudar dele, mas originalmente são esses citados.

Wasabi

Um dos temperos japoneses mais conhecidos no mundo, o wasabi é pasta de raiz forte macerada, por uma ferramenta especial. Além de ser muito usado na medicina, ele tem vários benefícios para a saúde.

Esses temperos japoneses são ótimos para serem usados também na nossa culinária nacional, use e seja feliz.

Leave A Reply

Your email address will not be published.