Qual a origem do arroz com pequi! Descubra aqui!

0

A origem do arroz com pequi foi marcada pela diversidade cultural e alimentícia dos povos que passaram pelo Brasil. O prato tipicamente goiano acabou se tornando símbolo da cozinha local pela sua facilidade de preparo e pela alta demanda através do turismo regional, marcando assim a cozinha do Cerrado. Quer saber mais? Continue lendo para descobrir a origem dessa iguaria nacional. 

Qual a história da origem do Arroz com Pequi?

A origem do arroz juntamente com o pequi é conectado diretamente ao processo cultural alimentar do Estado de Goiás através da junção de práticas culinárias estrangeiras junto à cultura local pelo uso do arroz (origem asiática) com o pequi (fruta tipicamente brasileira). A origem do arroz com pequi também teve ligação devido à influências dos povos indígenas, negros africanos e portugueses ainda do século XVII. 

Qual a história da origem do Arroz com Pequi
Fonte/Reprodução: original

Historicamente, outro fator fundamental durante a formação da origem do arroz com pequi foi devido à presença de bandeirantes na região, na época a abertura dos terrenos da região centro-oeste acabou favoreceu a criação dessa identidade, principalmente devido as refeições terem sido baseadas na ingestão de grãos, arroz, carnes e aves. 

Quais são as características do Arroz? (de onde é, tipos e nutrientes)

Como já sabemos a origem histórica do arroz com pequi, vamos entender quais são as suas características específicas. O grão de arroz pertencente à composição Gramineae, do gênero Oryza, possui diversas espécies de cereais, que se adaptaram ao longo do tempo aos locais mais embebidos. 

Originário do Sudeste asiático e da África ocidental, mas integrado no Brasil por Portugal, ele se divide em arroz integral, polido e parboilizado. Os grãos variam em aspectos longos, aspectos curtos e finos. O arroz cru possui 7,2% de proteínas e 0,3% de lipídios. O arroz agulha ou arroz branco é o mais comum na cozinha brasileira. 

Quais são as características do Pequi? (de onde é, tipos e nutrientes)

A origem natural do Pequi se dá na região do Cerrado brasileiro, de nome científico Caryocar brasiliense Cambess, o fruto possui origem indígena. A fruta possui 18% de lipídios, 13% de carboidratos e 2,3% de proteínas em sua composição. De coloração amarelada, o pequi com o arroz formam uma combinação completa para os seres humanos devido ao seu alto valor nutritivo gerando vitamina C e compostos fenólicos. 

Quais os ingredientes utilizados no Arroz com Pequi tradicional?

A origem do arroz com pequi foi muito ligada às necessidades dos povos da época pela falta de sal presentes nos demais alimentos disponíveis. Hoje, os ingredientes mais utilizados no Arroz com Pequi são: cebola, alho cru, sal, água, arroz branco, óleo de soja, pequi cru e cheiro verde a gosto. 

Como é preparado o Arroz com Pequi tradicional?

Na receita mais popular, o arroz com pequi passa a ser refogado em uma panela com óleo, cebola e alho. O pequi é refogado por mais dois minutos até juntar com o arroz escorrido. Depois ele é temperado com sal e mexido abundantemente, tampado até o seu cozimento, finalizando com acréscimo do cheiro verde sendo servido quente.

Quantas calorias possui o Arroz com Pequi?

O arroz com pequi possui, por porção, 206,13 kcal, 33,52 g de carboidratos, 3,55 g de proteínas, 6,76 g de fibras e 50,76 mg de sódio. 

O diferencial da cozinha goiana é baseada principalmente no preparo do arroz com pequi. Essa iguaria reflete um período de mudanças e misturas, cujas práticas vindas do passado atravessaram o tempo e moldam o que é produzido até hoje no Estado.

Leave A Reply

Your email address will not be published.